Vendedor é preso acusado de estupro em Cariacica

Segundo relato da vítima, ela seguia para mais uma empresa com currículos embaixo do braço quando foi abordada pelo suspeito, em abril.

“Ele percebeu que eu estava com currículos e disse que conhecia muita gente. Sentou ao meu lado no ônibus e pediu o meu currículo. Descemos no terminal de Campo Grande. Nunca imaginei que faria isso. Não consigo dormir um só dia sem pensar nisso”, contou a vítima, entre lágrimas. Ela fez o reconhecimento visual do suspeito na delegacia.

A vítima registrou o boletim de ocorrência na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Cariacica. A partir daí, começaram as investigações que chegaram até o vendedor Marcos Bonfim, de 47 anos. A delegada Michelle Meira solicitou um mandado de prisão pelo crime de estupro, fato que foi acatado pela Justiça.

“Tivemos dificuldade de encontrá-lo no endereço, até que conseguimos localizá-lo a cerca de 500 metros de distância da delegacia”, disse a delegada. Em depoimento à polícia, Marcos disse que ofereceu R$ 20 reais à salgadeira e que ela teria aceitado a condição. “É comum esse tipo de alegação por parte dos acusados em colocar a culpa na vítima”, observou Michelle Meira.

Porém, ele reforçou a versão apresentada em depoimento. “Eu não preciso disso, tenho família, tudo que eu fiz foi com consentimento dela. Ela queria ir ao motel, mas eu não tinha dinheiro. Não sei porque ela está inventando isso. Sou honesto e conhecido por todos, por que estaria me escondendo? Ela não tem nenhum arranhão e eu não forcei nada. Se eu tivesse devendo, nem na porta da delegacia passaria”, disse Marcos à reportagem, após ser preso. No final do dia, ele foi encaminhado para o Centro de Triagem de Viana.

CLOSE
CLOSE
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com