Neymar brilha mesmo em crise do Barça e conta com Messi solidário

O Barcelona antecipou suas eleições, vê o astro Lionel Messi e o técnico Luis Enrique em rota de colisão, demitiu a diretoria de futebol, pratica um futebol que não condiz com a identidade do clube e agora está impedido pela Fifa de contratar jogadores por irregularidades contratuais cometidas com atletas sub-18. O Barcelona vive uma crise, mesmo que mais fora do que dentro de campo. Mas, ainda assim, Neymar consegue brilhar e se consolidar como o segundo principal jogador do time.

Um dos motivos para que Neymar alcance tal protagonismo no Barcelona é inesperado. Num ataque que ainda conta com o uruguaio Luis Suárez, o brasileiro faz da boa relação com o argentino Lionel Messi lhe render mais gols. Messi tem 25 gols em 25 jogos nesta temporada, contra 17 gols em 21 jogos do brasileiro. A grande diferença se ilustra no gol do brasileiro na vitória por 3 a 1 sobre o campeão Atlético de Madri, no domingo: Messi está solidário e tem dado assistências.

Contra o Atlético, Messi deu o passe que originou o gol de Neymar e ainda serviu Suárez com outra assistência – finalizou fechando o placar, em tabela com Rakitic. Parece que agora, para o argentino, tanto faz um gol ou um passe para gol. Neymar aproveita.

Na partida deste fim de semana, por exemplo, o brasileiro finalizou cinco vezes ao gol do Atlético de Madri. Mais do que ele só o próprio Messi, que teve uma atuação quase perfeita. A grande questão é que está comprovado, mesmo na crise, que Messi e Neymar não competem por espaço em um time. Podem jogar, e muito bem, lado a lado.

Os 17 gols de Neymar em 21 jogos nessa temporada também já superam o que ele fez em toda a última temporada, 2013-2014: 15 gols em 41 jogos.

Agora o Barcelona é o segundo colocado isolado e está a apenas um ponto do Real Madrid, que tem um jogo a menos. A crise de identidade do Barcelona, que em muito transcende o futebol, não será amenizada por essa vitória ou pelas boas atuações de Neymar e Messi, mas estará fora do futebol enquanto o brasileiro e o argentino salvarem o time dentro de campo.

CLOSE
CLOSE
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com