Demanda por voos domésticos sobe 6,7% em um ano, diz associação

SÃO PAULO (Reuters) – A demanda por transporte aéreo doméstico no Brasil teve leve aceleração em novembro, quando subiu 6,7% sobre o mesmo mês do ano passado, enquanto a oferta registrou seu terceiro mês de avanço, com alta de 4,2%.

Os dados foram divulgados pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), que engloba as quatro principais companhias aéreas do Brasil – Avianca, Azul, TAM e Gol.

A demanda cresceu em ritmo ligeiramente superior ao de outubro, quando o avanço na comparação anual havia sido de 6,4%, ao passo que a oferta saltou em relação ao aumento de 2,6% registrado no mês anterior.

“A oferta chegou ao terceiro mês de expansão por parte das companhias aéreas, já vislumbrando o momento de aquecimento do setor com os embarques de final de ano e início da temporada de férias de verão”, disse a Abear.

A taxa de ocupação das aeronaves nos voos domésticos manteve a trajetória ascendente e avançou 1,9 ponto percentual em novembro sobre o mesmo mês de 2013, a 81,31%.

A TAM manteve a liderança do setor, mas com fatia de mercado recuando para 38,78% ante 39,14% em outubro, seguida pela Gol, com 36,38%, quase inalterada ante os 36,36% do mês anterior.

A fatia da Azul subiu para 16,50%, contra 15,99% anteriormente, e a da Avianca caiu para 8,33%, contra 8,51% em outubro.

No mercado internacional, a demanda das companhias brasileiras avançou 4,6% em novembro na base de comparação anual, enquanto a oferta subiu 3,4%. A taxa de ocupação subiu 0,9 ponto percentual, para 80,63%.

A participação de mercado da TAM nos voos internacionais ficou em 84,02%, ante 84,91% no mês anterior, a da Gol subiu para 15,89%, ante 15,05%, e a da Avianca passou para 0,09%o, na comparação com 0,05% em outubro.

(Por Priscila Jordão)

Fonte: UOL

CLOSE
CLOSE
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com