Após 63 anos, Miss Mundo elimina prova de biquíni; Brasil adota medida

Após 56 anos, o Miss Mundo Brasil, concurso que elege a representante brasileira para o Miss Mundo, anunciou que a partir de 2015 as candidatas não serão mais julgadas em desfile de trajes de banho, ou moda praia, de acordo com nota publicada nesta quinta-feira (18) no site oficial do certame. A decisão foi tomada após a CEO da Miss World Organisation, Julia Morley, anunciar o fim da prova durante reunião anual com os licenciados do concurso em mais de cem países, pouco antes da final do Miss Mundo 2014, que aconteceu no dia 14 dezembro em Londres e foi vencida pela sul-africana Rolene Strauss.

“O Miss Mundo busca uma mulher linda, articulada, talentosa, que possa ser uma embaixadora de projetos sociais. Que diferença faz uma nota alta em um desfile em traje de banho? Concordo que é quase constrangedor julgar uma mulher por dois centímetros a menos ou a mais em qualquer parte do seu corpo nos dias de hoje. Estamos orgulhosos dessa mudança e da nova era que se inicia nos concursos de beleza”, declarou Henrique Fontes, diretor executivo do Miss Mundo Brasil e do Mister Brasil.

Segundo Morley, os tempos são outros e na sua percepção não existe mais lugar no Miss Mundo para o segmento. “Não vejo nenhum problema em lindas jovens com seus trajes de banho em uma praia ou piscina. O que não faz sentido nos dias de hoje é elas serem julgadas em um palco em tais trajes, em uma sala ou teatro onde todas as outras pessoas estão formalmente vestidas. A beleza de uma mulher vai muito além disso, é tempo de realizarmos essa importante mudança”, explicou.

Ainda segundo Fontes, o assunto já vinha sendo considerado há alguns anos, mas só agora foi efetivamente anunciado. Uma nova prova, ainda não anunciada, substituirá a competição de traje de banho no concurso nacional. Data e local do Miss Mundo Brasil 2015 serão anunciados em breve.

Bárbara Paludeti/UOL

Candidatas do Miss Mundo Brasil 2014 desfilam de maiô

História

O Miss Mundo foi criado em 1951 como um festival de biquíni, em Londres, por Eric Morley, marido de Julia Morley, morto em 2000. Até 1975, a vencedora do Miss Mundo era coroada em traje de banho. Em 1976, a jamaicana Cindy Breakspeare foi a primeira Miss Mundo a ser coroada em traje de gala. Após fortes controvérsias decorrentes do desfile de maiô no Miss Mundo 1996, na Índia, o concurso deixou de apresentar essa prova no dia da final. Depois de 1997, as candidatas eram pontuadas desfilando de maiô a portas fechadas e somente apareciam em filmagens realizadas em praias e pontos turísticos dos países sedes.

Em 2003, foi criada a prova preliminar “Beach Beauty”, cuja vencedora tinha vaga garantida entre as semifinalistas. Em 2011, passou a valer pontos e deixou de valer vaga para a vencedora. Em 2013, em Bali, as candidatas tiveram que desfilar com “sarongues”, espécie de canga, após protestos de grupos muçulmanos locais. A prova passou então a se chamar “Beach Fashion” e foi vencida pela gaúcha Sancler Frantz, primeira brasileira a vencer a etapa. O ano de 2014 foi o último em que a etapa foi realizada.

CLOSE
CLOSE
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com