1° Encontro dos Promotores de Desenvolvimento Econômico do Médio do Rio Doce é realizada em Aimorés – MG

O encontro realizado ontem 28/04/15, renova a esperança de sustentabilidade e desenvolvimento econômico do médio do Rio Doce. Com a presença de líderes e parceiros como: Prefeito Alaerte da Silva (Aimorés), Prefeito Neto Barros (Baixo Guandu), Rede VIDAS, SEBRAE, FIEMG, VALE, EMATER, IEF, FUNAI, Instituto Terra, Aliança – Usina Aimorés, Pro Lucro (BH), Lions, ACCP – Conselheiro Pena, Sindicatos de Produtores Rurais de Conselheiro Pena, Secretaria de Agricultura de Mutum, Secretaria de Meio Ambiente de Santa Rita do Itueto, Secretaria de Assistência Social de Itueta, Núcleo de Desenvolvimento de Aimorés, Jornal Tribuna do Vale, ACIASA – Aimorés, Aldeia Indígena Krenak, Rede UNIR e representantes do colegiado do Território Rio Doce Krenak – TRDK.

Desenvolver as empresas locais é o caminho lógico para o desenvolvimento econômico e social de nossa região. E esse caminho começa nas nossas atuais pequenas e médias empresas e passa pela atração de novas médias e grandes empresas.

Os debates que foram levantados focou na qualidade dos produtos, na dificuldade de se encontrar mão de obra qualificada e até mesmo na alta carga tributária que incide sobre o Estado de Minas. Os assuntos levantaram o interesse de planejamento para que haja uma solução que venha sanar esse cenário deficitário que a região enfrenta. 

Dentro dos aspectos discutidos, é apresentado uma proposta que Rede VIDAS, SEBRAE e Pro Lucro apresentaram, a de buscar aplicar dentro do Território Rio Doce Krenak um projeto para preparar as empresas para produzirem com qualidade e bom preço, para atender ao poder publico e as outras empresas da região, de uma forma que as empresas e prefeituras do TRDK comprem o máximo possível de suas próprias empresas. Com o objetivo de promover o desenvolvimento econômico da região através da fixação do nosso dinheiro aqui. 

Como primeiro passo estimular todos a comprarem cada vez mais bens e serviços de nossas empresas, pois o que cresce uma empresa é vender mais e produzir mais. Nosso dinheiro deve ficar aqui. E nossas empresas devem fazer sua parte, se profissionalizando cada vez mais e com isso oferecer melhores bens e serviços, para nós e para todo o Brasil. É o esforço pelo início de um circulo virtuoso na nossa região.

CLOSE
CLOSE
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com