Prefeito de Baixo Guandu diz que vai expor foto dele nu na entrada do trabalho

O prefeito de Baixo Guandu, Neto Barros, fez uma declaração polêmica ao responder uma internauta nas redes sociais. Ele comentou sobre a polêmica envolvendo as críticas às várias obras de arte como a exposição “Queermuseu”, em Porto Alegre, e a polêmica do MAM, em São Paulo.




 

Na publicação, ele escreveu:

Bilhões de pessoas no mundo adorando um Jesus branco de olhos claros e agora muitos aqui no Brasil deram para criticar e querer censurar até a arte. Será que se Ele fosse retratado como era de verdade a religião cristã teria o número de adeptos que tem? Duvido! Bando de racistas e fascistas aloprados!“.




 

Uma internauta respondeu dizendo que estava assustada com a postura do prefeito e perguntou quando as obras da Prefeitura de Baixo Guandu estariam concluídas. “To (sic) passada com a sua postura. Mais gente não desvia do foco não. E a Prefeitura sai ou não sai? Estamos esperando para ver essa Arte e tantas outras…kkk”.

 

Em resposta, o prefeito respondeu que iria colocar uma foto dele pelado na entrada da prefeitura. Confira:

Foto: Facebook

Entramos em contato com a internauta que questionou o prefeito e ela informou que o post foi apagado por Neto Barros, mas conseguiu fazer um print da conversa.

 

O funcionário público Hércules de Souza, 53 anos, disse que o comentário gerou polêmica na cidade. “Foi um alarde geral. O pessoal se manifestou na rede social. Essa postura é um desrespeito com a família e a religião dos outros”, disse.

 

Procurado pela reportagem para comentar o assunto, Neto Barros respondeu:

 

“Meu post faz uma crítica contra o racismo. Não tem nada de religioso. É uma crítica a pessoas que passaram a criticar as artes de modo em geral. As pessoas conheceram através das artes Jesus como sendo um homem branco de olhos azuis. Se fosse retratado de acordo com a sua africanidade, acredito que teria menos adeptos”, disse.

 

Já com relação à resposta dada à internauta, ele afirmou: “Foi uma brincadeira. Acho que não é de mal gosto. Fiz uma piada comigo mesmo. É preciso acabar com o falso moralismo e a hipocrisia. O Brasil está emburrecendo”.

Comentários

Comentários




CLOSE
CLOSE